Melhores discos de 2008 (ainda) – internacional

14 jan

Foi bem complicado. 2008 foi um ano atípico e eu já disse isso aqui. Grande parte da produção internacional circulou entre estréias avassaladoras e retornos inesperados (Portishead? Nick Cave & The Bad Seeds? Guns?!?)… o ano acabou e dá para lançar uma lista com os destaques…

… começando com um bônus:

++ menção honrosa: King Khan and The Shrines – “The Supreme Genius of King Khan and The Shrines”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

10 – No Age – “Nouns”
9 – Fleet Foxes – “Fleet Foxes”
8 – Little Joy – “Little Joy”
7 – The Black Keys – “Attack & Release”
6 – Bon Iver – “For Emma, Forever Ago” 
5 – Juana Molina – “Un Dia”
4 – Stephen Malkmus & The Jicks – “Real Emotional Trash”
3 – Hercules and Love Affair – “Hercules and Love Affair”
2 – TV On The Radio – “Dear Science”



1 – MGMT – “Oracular Spectacular” 

Sou daquela teoria que as bandas que nos acompanham durante uma boa parte da vida, sempre soam estranhas na primeira escutada. MGMT foi assim… mas não demorou muito para me ganharem. O som de 2008, fácil… da fértil e ensolarada cena do Brooklyn para o mundo. Tiveram a capacidade de antecipar essa euforia folk-psicodélica contemporânea em seus teclados, e conseguiram dividir opiniões. Figuraram entre os primeiros lugares de várias listas de melhores do ano, mesmo sendo alvos de críticas e falta de compreensão dos shows… (se boa parte das músicas no disco termina em fade e eles já são meio loucos, é OBVIO que vão viajar tudo o que têm direito ao vivo… ainda bem!). Eu disse isso na rádio esses dias mas vale repetir: como estamos algumas estações “atrasadas” em relação as “temmdencias” norte-americanas e européias, agora é a hora de ouvirmos MGMT… no verão! Como funcionou no hemisfério norte… que nem a moda. MGMT não combina com a época que o conhecemos… mas funciona hoje. E na boa… eu não me importo com o que eles possam apresentar em um segundo disco… eles já cumpriram seu papel como voz e batidas de 2008.

Uma resposta to “Melhores discos de 2008 (ainda) – internacional”

Trackbacks/Pingbacks

  1. julho de 2009 « subtropicália - julho 7, 2009

    […] passado já foi bem difícil apontar os melhores lançamentos, mas rolou. O que interessa é que 2009 se mostra um ano mais complicado. Medalhões de diferentes épocas e […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: