#mussumday

29 jul

15 anos sem seus “is”

Trapalhões são imortais… mas pouco a pouco nos abandonam ou ficam mal humorados. Vale lembrar de onde surgiu o principal figura do quarteto. Salve Originais do Samba!

Esses dias eu vi o Dedé. Quer dizer, cruzei com ele pelos corredores da rádio (veio dar uma entrevista para a Clube FM), pouco antes de fazer as pazes com o Didi. Sujeito plastificado e encurvado… como se as gargalhadas de várias gerações não o deixassem dormir. Parece ter criado uma verdadeira fobia a memórias infantis e nostalgia dos outros. Nojinho de fã marmanjo, sabe como é? Passei reto por ele…

Me pergunto se Mussum estaria assim hoje… 15 anos depois, com o fim dos Trapalhões, piadas recriminadas e um mundo menos inocente, dividido em cotas e mais complicado. Duvido. Mais Mé? Provavelmente…

Tenho certeza que as homenagens realizadas, citações, piadas e tudo mais que envolve a figura do Mussum é uma atitude muito mais egoísta do que nobre. Nós saímos ganhando com a lembrança daquele sorrisão branco nas tardes de domingo. A vida era simples e de riso fácil…

(Fábio Bianchini atualizou a malandragem do Mussum por aqui… )

Uma resposta to “#mussumday”

  1. subtropicália julho 29, 2009 às 5:05 pm #

    sem vídeo, comofas?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: