clima gentil

1 dez

foto de @sofiagollnick

Sabe aquela brincadeira de “chuva e sol / casamento de espanhol – sol e chuva / casamento de viúva”? Pois é, pena que não rima com “lançamento do disco da Banda Gentileza“.

Tudo certo para o debut do álbum no sábado. Um belo piquenique em um casarão (casinha!) super astral próximo ao centro. Mais charmoso impossível. A chuva – que começou na sexta e durou até a noite de sábado – não foi convidada e chegou de penetra. Estamos em Curitiba, certo? Perto da hora marcada para o início do show, Heitor e Emílio estavam no palco que ficava nos fundos do terreno alagado… ao lado de amplificadores desligados cobertos por plásticos. Sozinhos. A cena dava dó.

Saí de lá pensando em várias ironias e sacadinhas relacionando o clima de Curitiba com o tipo de som inusitado da Gentileza. Não combinam mas sobrevivem em uma relação de simbiose. Todos saem ganhando. Passei o resto do dia com isso na cabeça… imaginando como seria a apresentação. O playlist seguindo o clima do disco e misturando músicas antigas com as inéditas. Novos arranjos e posturas no palco. Mais unido… com um sentido na babel sonora da Gentileza. Uma introdução ideal para quem não conhece o som.

Sim, estou falando do disco e do show imaginado.

E como rolou pilantragem da cidade chuvosa, a Gentileza deu o troco no dia seguinte. “Hoje sou bem-vindo / E a bagunça não vai reparar / Hoje é domingo, o céu já abriu…” A música do dia era “33B”.

foto de @sofiagollnick

Final de tarde preguiçoso, solzinho agradável, grama, formigas… as pessoas chegavam movidas por mensagens de celular, tweets, orkut e o tradicional boca a boca. Familiares, tias corujas, amigos, crianças, fãs da banda e curiosos. Não tem como dar errado.

Assim foi o lançamento do primeiro disco da Banda Gentileza em Curitiba. Nos fundos de uma casinha, em uma espécie de caixinha de música (daquelas que você abre e começa uma canção de ninar), com ares de coreto. Um teatro de bonecos musical. Pessoas sentadas em uma tenda localizada na frente do palco. Um gramadão… e mais gente em pé.

Com toda a correria de gravação do primeiro disco (que conta com a produção de Plínio Profeta), a Banda Gentileza encontrou um ponto comum em suas músicas; a irreverência e as composições. São causos inocentes, entrelaçados por jogos de palavras e corações partidos que acompanham o grupo desde o início. O resto é pura audácia. A variedade sonora jogada nas doze faixas pode não ser muito bem vista por alguns, já que os músicos não poupam esforços em sair do samba para a polka, valsa, rock, sons ciganos e assim vai… se você for um desses, vai assimilar o disco como uma reunião de canções, não necessariamente um álbum. Um mero registro bem feito. Será? Tem o outro lado… quem se importa com essas regras atualmente? Voltamos a era do single e as amarras do “conceito” em um “álbum” já se foram. A brecha que o grupo precisava para atingir novos públicos e escolher tranquilamente os futuros rumos musicais está aberta. Basta a identificação com uma música que você tem a dedicação de um novo fã. Mas essa teoria toda só funciona com o disco… o show é outra história… é vivo e te prende. Piadinhas, dancinhas e um som alto e bem tocado. As passagens e mudanças de estilos seguem de forma mais natural. Vendo a Gentileza no palco fica fácil entender seu mundo. Só assistindo mesmo…

Ainda não encontrei vídeos do piquenique (alguém?)… mas já que estamos no clima (e eu não tinha falado nada sobre o lançamento do disco) vale colar esse vídeo lindão feito pelo pessoal do Tubo de Ensaio da Destilaria TV. A idéia é mais ou menos a mesma… só troca o piquenique por feijoada e coloca familiares cantando:

2 Respostas to “clima gentil”

  1. Artur Lipori dezembro 1, 2009 às 12:04 pm #

    Rá! Q foda esse paralelo com 33B. Paguei pau.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Texto comenta lançamento de Banda Gentileza em Curitiba | Agência Alavanca - dezembro 1, 2009

    […] mas nada que tenha impedido um final feliz. Pelo contrário: o clima curitibano inspirou a deliciosa crônica de Guga Azevedo. Tags: Banda Gentileza, Curitiba, Guga Azevedo, Lançamento, Piquenique, […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: