última lista de 2009…

29 jan

… juro!

Para acabar de vez com o ano do Boi! Segue a última lista com minhas escolhas para melhores discos internacionais de 2009. Já tinha publicado as listas de melhores da década e lançamentos nacionais do ano… só faltava essa mesmo. E veio com bônus…

Se tem validade a sua publicação agora… ou se faz alguma diferença? Sim e sim. Me acompanhe…

17 – Passion Pit – “Manners”
16 – Franz Ferdinand – “Tonight Franz Ferdinand”
15 – Arctic Monkeys – “Humbug”
14 – Grizzly Bear – “Veckatimest”
13 – Jónsi & Alex – “Riceboy Sleeps”
12 – Yeah Yeah Yeahs – “It’s Blitz!”
11 – Rain Machine – “Rain Machine”
10 – Girls – “Album”
9 – Japandroids – “Post-Nothing”
8 – Sonic Youth – “The Eternal”
7 – The XX – “XX”
6 – Yo La Tengo – “Popular Songs”
5 – The Phenomenal Handclap Band – “The Phenomenal Handclap Band”
4 – St. Vincent – “Actor”
3 – Phoenix – “Wolfgang Amadeus Phoenix”
2 – Whitest Boy Alive – “Rules”
1 – Animal Collective – “Merriweather Post Pavillion”

Resumindo: na hora que vazou o disco do Animal Collective (em janeiro!) o ano já era deles… por mais que fãs e jornalistas tentem complicar o som do AC, seus integrantes parecem descomplicar. Sabe o Ramones? O que eles fizeram no final dos anos 70, com o rock progressivo e todas as grandes masturbações sonoras? Então. O combo de Baltimore simplifica ao máximo, brinca com o que já existe, desconstrói e abusa dos estímulos… Ainda nessa onda de simplificar, as duas grandes novidades do ano se especializaram nisso antes mesmo de saírem da garagem. The XX e Girls. Produção relaxada e despretenciosa… som original que resume bem alguns pontos interessantes que a música passou no século XX. Eles parecem alguma coisa que você já ouviu, mas não sabe onde. O mais impressionante é a melancolia e nostalgia carregada na atmosfera das músicas (sejam ensolaradas com o Girls ou sombrias com XX). Saudades de fatos e histórias que não são deles! Ou de suas épocas….

Saindo fora dessa vibe simples demais e caindo um pouco para a psicodelia e experimentalismo, lá do Brooklyn (de novo) vem a The Phenomenal Handclap Band e St. Vincent. Da mistura de sons africanos, com música eletrônica, disco, e até psicodelia brasileira (!), o The Phenomenal Handclap Band conseguiu lançar um dos discos mais variados e surpreendentes do ano. Parece muito mais uma coletânea de diferentes bandas do que um álbum. A St. Vincent cai na sujeira e distorção em trilhas sonoras de contos de fadas. A surpresa sempre foi uma das grandes armas de uma boa composição.

Algumas viúvas de sucessos recentes da música alternativa ficaram felizes com os discos do Rain Machine (projeto de Kyp Malone, do TV On The Radio) que se afunda em mantras e texturas, assim como o Jónsi & Alex (integrantes do Sigur Rós) que parte para o outro lado e retoma alguns pontos da boa fase do grupo islandês…

Isso tudo e mais 10 discos super indicados. A supremacia do Yo La Tengo e Sonic Youth; os explosivos discos do Arctic Monkeys, Yeah Yeah Yeahs e Franz Ferdinand; a suavidade do Phoenix, Grizzly Bear e The Whitest Boy Alive; os extremos Japandroids e Passion Pit

Vários sons legais para você ouvir… se é que você deixou passar alguns desses nomes, ou simplesmente não botou fé. 2009 foi um ano bacana… mas 2010 ta ai, o que você está achando?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: