Archive | agosto, 2010

“aw cmon”

31 ago

Trombei hoje com o documentário “How To Live a Normal Live” inteiro no youtube. Foi transmitido em setembro de 2000 pelo Channel 4… bem na época que eles tinham acabado de lançar o “Nixon”.

senhoras e senhores… Kurt Wagner e Lambchop:

é noize

31 ago

então… quem me conhece e visita o blog sabe que eu sumo de tempos em tempos. eterno processo de organização de agenda e cabeça para manter o blog junto com a rádio (e quando colocamos as questões financeiras na mesa, as decisões ficam óbvias, né =).

Mas nesse meio tempo eu tive a honra de participar de algumas edições da revista Noize. Publicação gaúcha com circulação gratuita em várias cidades do país… bem bacana, esperta e recomendada. Tô lá na #34, (resenha do disco do Guizado) #35 (resenha do Mombojó e texto sobre o M.Takara 3) e #36 (sobre o Tame Impala)…

true subtropicalista

24 ago

pelo menos alguém ai continua com os trabalhos…

Cassim (Bad Folks, Magog, Cassim & Barbária) se prepara para lançar o disco “Cavalo de Fogo”. Podemos esperar beatbox + krautrock?

sobre o SWU (II) e a falta de criatividade virtual…

24 ago

Cansou essa história de votação para bandas independentes tocarem por ai. Deu certo no começo e agora virou uma jogada baixa de marketing e divulgação utilizada por uma série de festivais e prêmios de todos os tamanhos. Muitas vezes ainda fica a dúvida se o método realmente funciona.

Já perdi a conta do número de tweets e e-mails enviados por várias bandas pedindo votos. Sem critérios… todos criam concursos que todos podem participar. Ponto para a democracia virtual, azar do resto que sofre com isso; de quem recebe os spams até o público presente em um show ruim e fora de contexto em um festival. Além de todo o trabalho das bandas na campanha eleitoral. Nada justo.

Esses dias eu testemunhei uma discussão via e-mail entre músicos que reclamavam disso. Hoje rolou desabafo no facebook… o papo já está no ar, minha gente. A utilização das redes sociais é atualmente uma das atitudes mais sustentáveis… tanto pelo público, quanto por empresas, bandas, celebridades, governos… Sustentabilidade é a boa utilização de tais ferramentas… não isso que estão fazendo.

sobre o SWU…

24 ago

SWU, legal para você que conseguiu trazer o Rage Against The Machine. Nome que resolve qualquer tipo de dúvida entre os festivais (peguei um show deles no Lollapalooza 2008… que for realmente fã, não pode perder!) e também gosto bastante da idéia de colocar no mesmo ambiente o pop, rock, hip hop, alternativo, eletrônico e assim vai (exatamente como funciona nos grandes festivais norte-americanos e até entre nossos hermanos. Aqui no Brasil só temos o Planeta Atlântida… que exagera na dose). Só que os valores dos ingressos + as condições (área premium?) acabam com qualquer resquício de boa fé… deve ser um dos festivais mais caros do mundo (três dias do Lollapalooza custam 100 e poucos dólares / Coachella sai $300)… e ainda preza pela sustentabilidade? Nhó. Quando vendiam cigarros com festivais (Free Jazz, Hollywood Rock…) saia mais barato e com a certeza de bons shows. Repito o que deixei escapar na #5 Marmita: essa grana investida “por um mundo melhor” não será muito mais nobre do que o dinheiro queimado com o tabaco. Não desse jeito. E quase todos os festivais já contam com atitudes sustentáveis em suas instalações, mas a maioria não precisa levantar a bandeira. O público entende as regras, se comporta e aprende  (alguém ai lembra dos tubos de ensaio para bitucas de cigarro no Planeta Terra? pois é…)

Mas… já que eu levantei a bola do RATM, vai a dica: eles tocam dia 13 de outubro no Pepsi Music, em Buenos Aires. Junto com Queens of the Stone Age. A área vip sai por R$148. Duvida?

#5 Marmita (trabalhada na maldade)

21 ago

foto: blindedbylasers.com

Voltou. Trabalhada na maldade… e com algumas mudanças. Testei um novo formato de gravação da locução… com um microfone do iPod. Simplificou bastante o trabalho por aqui (e você me diz o que achou).

Também criei uma conta no soundcloud… assim você pode ouvir a Marmita antes de fazer o download. Mas aquele esquema podcast/mixtape continua… é só seguir por aqui.

enquanto isso…

#5 Marmita (trabalhada na maldade)

1 – abertura
2 – James “Yank” Rachell – Sweet Mama
3 – The Black Keys – Sinister Kid
4 – Bokoor Band – Onukpa Shawarpo
5 – Jorge Ben – Jovem Samba
6 – Jacques Higelin & Catherine Sauvage – Complainte de Mackie
7 – Sean Lennon – Photosynthesis
8 – Beck – Scarecrow
9 – John Hartford – Big Blue Balloon
10 – Lucas Santtana – Super violão mashup
11 – Vinicius De Moraes – Para viver um grande amor
12 – encerramento

umbigo

3 ago